Publicado por: Daniel Bardan | 29/07/2010

Quarta Literária & Lançamento

A Quarta Literária, promovida pela Livraira e Editora Valer, terá o tema “Literatura e Política: a recepção da obra de Rachel de Queiroz”, comemorando o centenário de Rachel de Queiroz com a escritora Deborah Goldemberg na primeira quarta-feira de agosto acontecerá dia 4, às 18h30, no Espaço Cultural da Livraria Valer (Av. Ramos Ferreira, 1195, Centro).

Convite

O encontro de agosto acontecerá dia 4 e será em comemoração ao centenário da escritora Rachel de Queiroz. Na palestra “Literatura e Política: a recepção da obra de Rachel de Queiroz”, Deborah fará um breve histórico da vida e da obra de Rachel de Queiroz e buscará entender porquê, apesar da autora ser tida como a maior romancista brasileira do Século XX, sua obra é vista por alguns críticos como tendo sofrido sobreamento a partir da década de 60. Buscando ir além da questão do envolvimento político da autora no Golpe Militar de 1964, Deborah explora como as mudanças sociais no Brasil e no perfil do leitor brasileiro neste período, além de aspectos literários, podem ter influenciado sua recepção crítica e de público. O evento é também uma forma de preservar a memória da escritora, que deixou um legado literário muito relevante, servindo como exemplo de mulher forte, de vida simples, dedicada e sempre a frente do seu tempo.
O evento contará com o lançamento do Livro “O Fervo da Terra”, uma ficção dos migrantes gaúchos para os estados do Norte, na década de 70, em busca de novas oportunidades e os conflitos que surgiram quando eles se depararam com a “corrida do ouro” nos anos 90, acompanhada da criação de cidades e vilarejos com crescimento desordenado, o que estremeceu o equilíbrio das comunidades rurais e indígenas. Com enredo cheio de tramas que envolvem as relações familiares, a ganância do ganho rápido do dinheiro com o ouro, as paixões, a conquista moral e suas derrotas, o texto ainda tem o cunho ambiental. O livro foi elaborado após anos com projetos em comunidades indígenas, quilombolas e grandes fazendas. Por isso a autora conhece bem a realidade da ocupação de terras e seus conflitos.

Deborah Goldemberg nasceu em São Paulo, em 1975, é antropóloga e escritora. Atuou na área de desenvolvimento local sustentável no Norte e Nordeste do Brasil durante uma década. Estreou com o livro Ressurgência Icamiaba (Selo Demônio Negro, Ed. Annablume, 2009), após publicar diversas crônicas e poemas em coletâneas. Agitadora da literatura transbrasileira e multiétnica, foi curadora do I Sarau das Poéticas Indígenas da Casa das Rosas (2009), é colunista do Global Voices e da revista eletrônica de Oca das Letras.

Fonte: http://www.livrariavaler.com.br

http://www.portocultura.com.br

Anúncios

Responses

  1. Bacana o seu blog, José. Abraços, Deborah


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: